Filho mas velho

O problema: o filho mais velho sente que tem mais responsabilidade, que lhe exigem mais a ele do que aos outros irmãos. Pode ser um problema para estas crianças e para os pais. O que podemos fazer para o ajudar a perceber que existem vantagens em ser o irmão mais velho?

 

Curiosidade: sabia que quase todos os presidentes americanos são irmãos mais velhos ou são o primeiro rapaz a nascer numa família? Sabia que quase todos os astronautas enviados para o espaço na primeira missão eram irmãos mais velhos, exceto dois – estes eram filhos únicos? É mais provável que um filho mais velho seja confiante, organizado, inteligente, determinado, tenha vontade de agradar e seja um líder. Também é mais provável que seja Diretor de uma empresa, ganhe um prémio Nobel e seja financeiramente independente. Há muitas vantagens em ser o primeiro filho. Este é o único que receberá todas as atenções, tempo exclusivo só para si, e isto fará toda a diferença. Com estas vantagens, porque será uma desvantagem ser irmão mais velho? Vejamos isto pelo ponto de vista da criança.  

 

Foco nos outros filhos: por mais que os pais neguem, têm um filho preferido, que normalmente é o primogénito. Afinal, o nascimento deste filho significou uma mudança drástica na nossa vida, e apesar de ser um enorme impulso para a auto-estima do seu filho mais velho, também pode alimentar a rivalidade entre irmãos. Os ciúmes podem durar muito tempo e causar uma clivagem entre o mais velho e os seus irmãos mais jovens. Então, cuidado com suas interações com seus filhos e pergunte-se  de vez em quando "Será que cada criança sente que eu a amo?"

 

Verifique a partilha de responsabilidades. Damos mais responsabilidade ao nosso filho mais velho e esperamos mais deles, mais cedo. Mas estaremos a exigir demais? O mais velho odeia quando se diz: "és o mais antigo, por isso espero mais de ti." Analise se não está a impor responsabilidades demais sobre esse filho ou a tratá-lo como se ele fosse mais velho do que é na verdade.

 

Descontraia. Embora haja vantagens para o primogénito em ter toda a nossa atenção (pelo menos até o próximo irmão chegar), ele também pode sofrer mais stress. Normalmente somos mais rigorosos com o nosso filho mais velho e deixamos que os seus irmãos mais novos fujam mais às responsabilidades. Elevamos as expectativas em relação ao mais velho e exigimos mais dele. Uma vez que é a nossa primeira experiência de parentalidade, também estamos mais ansiosos. Lembre-se: tolere mais, espere menos, respire fundo, baixe expectativas.

 

Deixe o seu filho seguir seu próprio caminho. A ordem do nascimento desempenha um papel interessante na maneira de ser dos nossos filhos. Estamos mais tensos e temos expectativas mais elevadas com o nosso mais velho, e ele tende a assumir menos riscos, mantendo-se no caminho que traçámos para ele. Também se sabe que encorajamos os nossos filhos mais velhos para desenvolver interesses na área cognitiva e analítica, com a expectativa de os levar a seguir carreiras mais prestigiadas como a jurídica ou médica. Da mesma forma, tendemos a ser mais condescendentes com os nossos filhos mais novos e muito mais receptivos a deixá-lo “desviar-se do caminho” estreito e apertado que impusemos ao mais velho, permitindo que siga os seus interesses mais artístico e criativos. A chave é identificar as paixões e pontos fortes únicos do seu filho mais velho para que ele possa seguir os seus próprios interesses que podem levá-lo à carreira de dos seus sonhos. E enquanto isso, encoraje-o a desviar-se um bocadinho da norma e a pensar “fora da moldura” como o seu filho mais novo faz tão bem.

 

Deixe que o mais velho ensine o mais novo: o filho mais velho tem mais um benefício: tem um irmão mais novo a quem ensinar. Ensinar alguém é benéfico para quem aprende mas também para quem ensina. Para ensinar, temos de aprender a dominar as matérias de forma diferente. Uma coisa é saber para nós, outra totalmente diferente é saber para ensinar. Assumindo que o mais velho quer e tem tempo, encoraje-o a ser o mentor do mais novo em diferentes situações. Mas não se esqueça de usar a mesma estratégia com o mais novo, convidando-o a ensinar alguma coisa ao irmão mais velho ou à família.

 

Alergias: vários estudos demonstram que o irmão mais velho tende mais a sofrer de alergias do que os outros filhos. Uma hipótese explicativa pode ser o facto do mais velho ser mais protegido e por conseguinte ser menos exposto a bactérias e germes, desenvolvendo um sistema imunitário mais fraco – enquanto o mais novo sempre combateu os germes que as outras crianças transportam para casa, mesmo antes da idade escolar, tornando-se mais fortes. Alguns médicos acreditam que as constipações constantes dos mais velhos não passam de alergias: nariz a pingar, ausência de febre, arrepios de frio.

 

A maior parte das nossas preocupações com o mais velho prendem-se com o sucesso que queremos que ele tenha, com a realização de todas as expectativas que fomos construindo para o dia em que fossemos pais. Mas saiba que as investigações actualmente garantem que sucesso tem muito menos a ver com QI do que se pensava. Sabe-se hoje que a Inteligência Emocional é um grande determinante do sucesso. Por isso não exija tanto deste seu primeiro filho e deixe-o descobrir por si o caminho.

publicado por paisaflitos às 15:47 | comentar | favorito